musica-internet-e-tecnologia-5A tecnologia com certeza revolucionou o mundo, facilitando a vida das pessoas e trazendo praticidade ao nosso dia-a-dia. Um dos grandes mercados culturais que sofreram diversas mudanças nos últimos tempos foi o da Música, que foi da compra de discos e divulgação de bandas e singles nas rádios aos downloads e à divulgação através da internet.

Hoje em dia está muito comum baixar músicas através da internet e cada vez mais raro a compra de CDs! A internet permitiu que as pessoas tivessem um acesso muito mais fácil e rápido a qualquer música do mundo, sem precisar depender de uma rádio para tocá-las ou do lançamento de um CD na sua cidade. É através dela que os artistas lançam suas músicas, possibilitando que o público interaja, opine e até ajude na divulgação, que ocorre de maneira muito mais rápida e eficaz com os compartilhamentos nas redes sociais. Foi através dessas redes sociais, aliás, que começaram a surgir diversos novos artistas que hoje se tornaram uma grande febre, como o Justin Bieber, famoso entre as adolescentes, o Arctic Monkeys, a cantora inglesa Lilly Allen e até a brasileira Mallu Magalhães.

Além da internet, também surgiram os aparelhos de iPod, outra revolução! Ninguém mais precisa de um disco, um CD ou um rádio para escutar músicas. Você pode simplesmente colocá-las em um aparelho que cabe no seu bolso e, como em uma mágica, colocar os fones de ouvido e escutá-las em qualquer lugar, a qualquer hora, quantas vezes quiser, na sequência que preferir ou em até nenhuma sequência, com músicas e artistas aleatórios.

Embora tudo isso tenha facilitado e muito a vida de todos os amantes de música, há também quem tenha se prejudicado! Antes do surgimento de toda essa nova tecnologia, os CDs (ou antes ainda, os discos) eram a principal fonte de renda de um artista e, com toda essa modernidade, essas vendas caíram muito, de forma que as gravadoras e os músicos tiveram que encontrar uma outra maneira de resolver isso. Lá nos EUA surgiu então a iTunes Store, que em um acordo com diversas gravadoras, passou a disponibilizar o download de músicas online por um dólar. A ideia foi bem aceita pelos consumidores, o que ajudou a estabilizar novamente a indústria.

No Brasil, porém, foi um pouco diferente. Esse tipo de serviço que a iTunes Store (não disponível no país) oferece ainda não conseguiu conquistar um grande público por aqui. Uma outra maneira foi investir na divulgação online e nos shows, que hoje se tornaram a maior fonte de renda de muitos artistas brasileiros. Na próxima semana continuaremos o assunto, explicando melhor o que aconteceu com as gravadoras e como isso alterou também na produção dos álbuns.

 

Fontes: Veja.com, Virgula, Revista Piauí (edição de novembro de 2011).