Música e internet são dois temas que me interessam desde a adolescência, por isso mais uma vez vou analisar a relação entre estas duas indústrias. No passado já publicamos outros textos, onde você pode ler mais sobre este assunto.

napster

O Napster foi com certeza a primeira empresa .com a causar um grande impacto no mercado da música. Sua tecnologia peer to peer, segundo a Wikipedia: (do inglês par-a-par ou simplesmente ponto-a-ponto, com sigla P2P) é uma arquitetura de redes de computadores onde cada um dos pontos da rede funciona tanto como cliente quanto como servidor, permitindo compartilhamentos de serviços e dados sem a necessidade de um servidor central. As redes P2P podem ser configuradas em casa, em Empresas e ainda na Internet. Todos os pontos da rede devem usar programas compatíveis, neste caso o Napster, para ligar-se um ao outro. Uma rede peer-to-peer pode ser usada para compartilhar músicas, vídeos, imagens, dados, enfim qualquer coisa com formato digital.

Este mês descobri um novo documentário no Netflix, chamado Download que conta história da empresa Napster, fundada em 1999 por Sean Parker. A tecnologia desenvolvida permitia que seus usuários compartilhassem sua biblioteca de músicas para fazer download e upload dos arquivos. A rede chegou a 8 milhões de usuários em 2001, quando a empresa começou a ser processada pelas grandes gravadoras e bandas que não aceitavam o novo modelo de negócio que havia surgido, onde a receita se originava dos shows e não da venda de músicas.

Assista ao trailer:

11-7-07-ipod_itunesNeste mesmo ano de 2001 frente a toda essa guerra entre o Napster, gravadoras e músicos, Steve Jobs identificou a oportunidade do mercado para lançar o iPod e a iTunes store, onde músicas eram vendidas de comum acordo com as gravadoras que dividiam sua receita com a Apple, que se tornou a principal plataforma de venda de músicas online.

 

spotify-logo-primary-horizontal-light-background-rgbDepois de toda esta polêmica o Napster continua no mercado da música, mas para isso teve que se re-inventar. Seguindo o mesmo modelo de negócios do Spotify, o Napster se tornou um aplicativo usado para reprodução de músicas por meio de streaming em computadores e em dispositivos móveis. Permite escutar e baixar música pesquisando por artista, álbum ou listas de reprodução
criadas pelos próprios usuários. O Spotify foi lançado em 7 de outubro de 2008 no mercado europeu enquanto sua aplicação em outros países foi realizada ao longo de 2009. Neste mesmo ano Sean Parker identificou a plataforma como uma boa oportunidade e investiu 15 milhões de dólares na companhia sueca e ainda foi responsável por sua integração com o Facebook, empresa que também contou com o talento de Parker em seu crescimento.

Sean_Parker_2011Com certeza o espírito empreendedor e a paixão pela música fizeram de Sean Parker um dos principais empresários responsáveis por duas revoluções na música pela internet: a primeira através de um aplicativo grátis onde todos trocavam suas músicas sem remunerar gravadoras e artistas e a segunda por uma plataforma paga mensalmente para ter acesso a uma quantidade enorme de músicas, mas todas legalizadas.